" C a u s o s "

O TOCA-FITAS

 

   (Ney)  -Meu irmão “Toninho” tinha um buteco em Goiânia, um belo dia ele saiu e pediu pra que eu ficasse tomando conta do butéco pra ele, algum tempo depois chegou um cara e me disse: é aqui que tem um toca-fitas com defeitos?... Eu disse é sim!... Ele: eu sou o cara que arruma e vim pegar ele pra consertar. Eu: tudo bem, entreguei pro cara, ele disse dá uma cerveja, e uma porção de carne na chapa... Bebeu, comeu e disse quando eu trouxer o toca-fitas acerto a conta de hoje! Eu disse tudo bem...quando o Toninho chegou eu disse, o técnico veio e pegou o toca-fitas!... Ele: que cara?... Eu contei a historia, ele disse: não mandei ninguém buscar nada, você foi roubado!... Daquele dia em diante, todo mundo tirava um sarro comigo... E o toca fitas!?... O tempo passou... Um belo dia eu andava pela cidade...olha cara; O ladrão. Não pensei duas vezes, segui o cara, um bom tempo... De repente abordei ele, e disse lembra de mim? Eu sou o cara do toca fitas que você roubou!!! Ele virou uma fera, eu nunca roubei ninguém!... Começamos a discutir, ele na frente e eu atrás... Até que eu vi um amigo, (Zé Barreto) chamei esse amigo: vem aqui Dr. Delegado!  E falei esse é o cara do toca fitas, ele já sabia da estória, e nem era delegado nada, mas entrou na estória, e me perguntou o que “nóis” faz com ele? Eu disse vamos amarrá-lo, ...amarramos o cara, com um fio (cabo de instrumento), e saímos, ele na frente amarrado e eu atrás segurando pela corda, andando pela rua... Fui até a casa dele com ele amarrado, cobrei a família dele, e eles me disseram: não temos nada a ver com isso!... Leva ele pra você. Então eu levei, virei pra trás com o cara amarrado, o primeiro taxi que vi eu parei, entrei com o cara e fomos pra casa, ...ou melhor, pro bar do meu irmão... Chegando lá o bar tava lotado, todo mundo já sabia da estória... Eu disse pro Toninho, aqui está seu toca-fitas! Foi uma festa, cada um dava um tapa no individuo, todo mundo queria tirar uma casquinha... E agora, o que vamos fazer com ele? Cada um falava uma coisa, vamos dar um banho nele!... Vamos levar ele pra polícia... Levamos... Chegando na delegacia o delegado ouviu a versão de cada um e disse: acho melhor vocês entrarem num acordo... Sugeriu ao ladrão: você entrega o toca-fitas ou paga eles... O ladrão concordou em pagar pra se livrar de mais encrenca... O delegado perguntou pra nós: assim tá bom pra vocês? Concordamos... Então estão dispensados, podem ir embora! E saímos nós e o ladrão lado a lado.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

 

FESTA DO CABIDE

Quando cheguei do interior de goiás pra morar na capital “Goiânia”. Eu, muito matuto, Já havia visitado Goiânia em outras ocasiões, quando ia gravar programas de tv, participar de festivais, afinal tudo acontece sempre na capital!... Eu já tinha muito amigos em Goiânia, e quando cheguei de mudança (de mala e cúia) os amigos decidiram fazer uma festinha de boas vindas pra mim. Me falaram da idéia... É seguinte! Vamos fazer uma festa do cabide! Eu: festa do cabide?...  O que é isso? Nem sabia que cabide festava!... Aí eles explicaram... É seguinte:... À meia-noite, vamos apagar as luzes, e todo mundo vai tirar a roupa!... Eu: vai ficar todo mundo pelado??... Calma, Você vai gostar! Já pensou essa muierada, toda pelada!? Que beleza!... É, pode ser! Pensei comigo: num é que vai ser bão memo sô!!!...e assim combinamos....eu toda hora, olhava no relógio, eita meia-noite demorada!...até que chegou a meia noite, e eu fiquei esperando, até que alguém anunciou que tava na hora!... Apagaram se as luzes, e começaram uma contagem regressiva! Eu na maior expectativa, tirei toda minha roupa rapidinho e fiquei só esperando... quando acenderam as luzes SÓ EU ESTAVA PELADO, e todo mundo olhando pra mim!... foi aquele fuzuê!... Cada um tirava um sarro!...eu queria que o chão se abrisse pra eu sumir... que nada, tive que aguentar, muito, muito tempo!... Até hoje eles me veem e lembram,... Vamos fazer uma festa do cabide?!...

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

 

ALUGANDO CASA EM SÃO PAULO

 

Uma vez quando nós chegamos em São Paulo, o primeiro mês ficamos morando na casa de um amigo, e durante esse tempo nós fomos procurar uma casa para alugar. Nessa procura nós pegamos uma chave na imobiliária e fomos olhar uma casa, quando chegamos no endereço, e abrimos a porta, a casa tava toda mobiliada e arrumadinha, ai o toninho falou:

-Nossa!! O povo aqui em São Paulo aluga casa toda mobiliada!!

Abriu a geladeira:

-Opa! Tem água geladinha! Tem até cerveja na geladeira vamos tomar uma!?

Cada um pegou uma latinha, e tava bebendo quando chega o dono da casa, gritando, nervoso pra caramba, dizendo que ia chamar a polícia, ai descobrimos que a casa já havia sido alugada, ela estava em duas imobiliárias diferentes e já tinha gente morando.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

 

NEM ELE LÊ

 

Nosso empresário anota as coisas apresadamente e depois nem ele consegue ler.

Um dia o contratante ligou passou o local da hospedagem: “Toninho a dupla vai se hospedar nos  "Chalés da Montanha", ele anotou abreviando tudo.  Na hora de passar pra nós ele havia perdido as anotações, mas procurou até encontrar o "rascunho" escrito Chalés da Mont. ai ele leu mais ou menos e disse “vocês vão se hospedar no hotel Charles do Monte” chegando ao local procuramos hotel Charles do Monte na cidade inteira, e nada...

Até que um cidadão disse, porque vocês não procuram nos chalés!!?... Chegando lá a reserva tava feita .

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

 

ONDE ESTÁ MINHA ORELHA?

 

Uma vez tocando na noite, saiu uma briga daquelas !!!  Foi o maior quebra pau !... no fim da briga tinha um cara procurando entre as cadeiras pra lá e pra cá, então perguntamos: o cidadão o que o sr. Procura, perdeu alguma coisa?

Ele respondeu, é minha orelha, que sumiu! Olhando pra ele, olha ela dependurada no pescoço do individuo!!!  Olha ela ai grudada em você!

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

SHOW NOS CONFINS DO PARÁ

Um dia fomos cantar numa cidade no interior do Pará chamada “São Félix do Xingú”, o empresário que nos contratou, nos deixou no hotel e foi pro local... antes  de sair ele disse: quando a casa tiver cheia e for a hora de cantar eu venho buscar vocês. Arrumamos e ficamos esperando, deu 10:00, 11,  meia noite e nada!... Então resolvemos, vamos ver o que aconteceu?! ...  Vamos lá ver se a casa tá cheia?!. Chegando lá, vimos que ninguém havia comprado nenhum ingresso, como o povo não entrou pagando ele abriu a portaria e deixou todo mundo entrar de graça!... Então eu falei: tá bom, e quem vai nos pagar? Viemos de longe, temos que receber!... Aí apareceu um sujeito de arma na mão e disse, pois é!!! “Agora vocês vai cantar e é de graça!”

E pode começar!!!!... Eu disse, tá bom Sr. então vou até o hotel buscar  os músicos...

Cheguei de volta no hotel e disse pra todos: entra todo mundo no carro rapidinho... e saímos correndo da cidade!!!

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

JUNTE DINHEIRO MEU FILHO

 

Teve um baterista que tocou pra nós, que o dinheiro que ele ganhava no show, gastava tudo no dia seguinte!!! Bebida, putaria, jogo, ele sempre arrumava um jeito de acabar com o dinheiro rapidinho!!!

Um dia a mãe dele falou!  Pedrinho! Você precisa juntar dinheiro meu filho, você gasta demais à toa!.. Aí ele respondeu, que juntar dinheiro que nada, não fui eu que “espaiei”!!!

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

 

SHOW EM CIRCO

 

Certa vez encontramos um dono de circo que tava querendo cantores para cantar no seu circo...

Conversamos, fechamos negócio, marcamos a data....

Chegamos na cidade a 450 km de Goiânia no dia do show, numa sexta-feira, que seria um dia bom de público, no final da tarde começou um toró que só parou depois do horário do espetáculo do circo.... E agora? só viemos com o dinheiro da vinda, não temos dinheiro nem pra comer...

Mas o dono do circo foi camarada: – Tudo bem, como não deu nada na bilheteria, eu não tenho dinheiro e nem comida pra vocês... Amanhã podemos recuperar o prejuízo... Eu não costumo fazer isso, mas como choveu demais, amanhã vocês cantam e a gente divide a bilheteria. – O jeito é ir dormir pra passar a fome... Fomos dormir dentro do carro porque não tinha dinheiro para o hotel.
No dia seguinte o carro de som saiu na cidade anunciando que o show havia sido adiado “o espetáculo será realizado hoje”.... Chegando a tardezinha... A mesma história, chuva era o que Deus dava... o show ficou para o Domingo... no Domingo foi a mesma coisa, só chuva..... E agora?! Não tem mais jeito não dá pra fazer espetáculo na segunda, não temos dinheiro pra comer, pra dormir e nem pra voltar pra casa... Tivemos uma ótima ideia... vamos procurar o prefeito que ele ajuda a gente com a alimentação e gasolina pra voltar. Chegamos na prefeitura o prefeito tinha acabado de sair, nos apresentamos: “Somos artistas”... A secretária dele, muito simpática, - Pode deixar que eu vou localizar ele pra vocês...

Não foi muito difícil, ele estava em casa, então fomos até sua casa.
Chegando lá nos apresentamos novamente e contamos toda a história desde quando conhecemos o dono do circo até agora “e estamos mortos de fome”.  Ele: - Vamos dar um jeito nisso.
Então ele chamou a mulher dele e disse: Mulher esses rapazes estão desde sexta-feira sem comer nada.

Ela: -Ah coitados... esperem só um pouquinho. Então foi até a cozinha e voltou...

– Olha, meu marido também estava assim, mas agora tá comendo igual um leão.... tomem esse comprimidinho aqui que vai abrir o apetite de vocês.

 

Site desenvolvido por Lilian Tonsa  -  11 99584-8027
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now